Saúde

Plataforma Vacina e Confia: passaporte vacinal agora está disponível no celular

Colatina em Ação – 16 de dezembro de 2021

Para aqueles que já possuem o esquema vacinal completo contra o novo Coronavírus (Covid-19), com a primeira e a segunda dose ou vacina de dose única, a Plataforma Vacina e Confia tem uma novidade. Pelo celular, também é possível ter acesso ao passaporte vacinal com informações para acesso aos ambientes em que há a obrigatoriedade da apresentação do mesmo.

Acesse agora e faça seu cadastro: >>> Vacina e Confia <<<

A novidade é mais uma iniciativa desenvolvida em parceria entre a Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Quem ainda não se vacinou ou está com esquema em atraso, o passaporte também informa a situação atual.

Dados da Plataforma Vacina e Confia

Na última semana, a Plataforma Vacina e Confia registrou a solicitação de mais de 250 mil certificados de vacinação. Desde o início de sua atividade, em julho deste ano, a Plataforma já registrou mais de 14 milhões de certificados gerados. O aumento registrado no período ocorreu, sobretudo, devido às inconsistências no sistema do ConectSUS, do Ministério da Saúde. A plataforma acumula, desde julho, cerca de 53 milhões de acessos, totalizando 1.067.250 usuários únicos e quase 3,3 milhões de cadastros.

Projeção para Risco Muito Baixo

Outra novidade disponível para acesso da população capixaba é a projeção de data para que microrregiões e municípios possam alcançar as metas de vacinação para classificação no Risco Muito Baixo (cor azul no Mapa de Gestão de Risco da Covid-19).

A projeção aparece ao rolar o cursor do computador para baixo, na Plataforma Vacina e Confia (https://vacinaeconfia.es.gov.br/cidadao/) na aba “Meta para Classificação do Município Azul”. Abaixo do “Visão por município”, há a opção de “% (porcentagem)” e a de calendário, que ao clicá-lo, tem-se as datas.

Na proposta, leva-se em consideração o ritmo de vacinação de cada município e microrregião nos últimos 15 dias, de acordo com os dados registrados pelos municípios na plataforma. O sistema realiza uma média diária com base nas informações que são atualizadas para a projeção de quando a média poderá ser alcançada. Se há aumento no ritmo de vacinação, a data diminui. Se houver a diminuição no ritmo, haverá a ampliação na data projetada.

Leia também ….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *