Hércules Rossi e os filhos Hércules e Ícaro no Hemocentro de Colatina – Foto: Arquivo pessoal
Saúde

5 motivos para você doar sangue regularmente

Por Fábio Andrade

Colatina em Ação – 25 de maio de 2022

Hércules Rossi e os filhos Hércules e Ícaro no Hemocentro de Colatina – Foto: Arquivo pessoal

Doar sangue é um ato de solidariedade que não tem custo, não causa prejuízos à saúde e pode ajudar a salvar a vida de até quatro pessoas. Apesar disso, mesmo em um período de diminuição dos casos de Covid-19, os bancos de sangue continuam operando no limite em virtude do baixo número de doadores.

No entanto, a doação é um procedimento simples, que pode ser feito por qualquer pessoa com boa saúde e com idade entre 18 e 69 anos. “A pessoa não pode estar em jejum antes da doação e é importante que tenha um intervalo de cerca de duas horas entre sua última refeição e a doação”, explica o hematologista Douglas Covre Stocco.

No dia da doação, os principais cuidados são com a alimentação e a hidratação. Deve-se evitar bebidas alcoólicas nas 24 horas anteriores, priorizar uma alimentação com pouca gordura e hidratar-se abundantemente.

“É necessário que a pessoa seja totalmente sincera na entrevista pré-doação, informando seus hábitos e se houve consumo de medicamentos. Passando por essa etapa, ela está apta a doar”, esclarece o médico.

Doar sangue não faz mal à saúde e pode até ajudar a prevenir algumas doenças. Confira 5 motivos para doar sangue regularmente:

1- Uma doação pode salvar 4 vidas

Apesar dos grandes avanços tecnológicos, o sangue é uma substância que não pode ser fabricada artificialmente. Quem precisa dele só pode recorrer aos doadores, pois não existe substituto para o sangue.

A importância da doação cresce quando observamos que o componente de uma bolsa de sangue pode ser destinado a até quatro pessoas. Isso significa que, doando a cada três meses, uma única pessoa pode contribuir para a melhoria da saúde de outras 12.

2 – Doar pode reduzir risco de doenças cardíacas

Um estudo do American Journal Epidemiology indica que há uma redução de até 88% no risco cardiológico em pessoas que doam sangue regularmente. Isso porque doar ajuda o organismo a se livrar do excesso de ferro, substância que, quando acumulada, pode facilitar a compressão das artérias. Para pacientes que doam regularmente e têm baixa reserva de ferro no organismo, o próprio centro de coleta fornece a receita para suplementar o ferro retirado na doação. 

3 – Menor risco para alguns cânceres

A renovação das células é um processo normal e contínuo no corpo humano. Quando doamos sangue, nosso organismo rapidamente produz a quantidade de sangue que foi subtraída, promovendo uma renovação de células sanguíneas. Estudos indicam que esse processo pode reduzir o risco de desenvolvimento de alguns tipos de cânceres.

4 – Exames completos

Para utilizar o sangue do doador, os hemocentros precisam fazer uma extensa checagem. E neste momento, realizam exames sorológicos, cujos resultados podem ser consultados posteriormente por quem doou. Ou seja, além de fazer o bem a outras pessoas, o próprio doador obtém importantes informações sobre sua saúde.

Entre os testes realizados no sangue doado estão os de doenças como a sífilis, hepatites B e C, e HIV.

5 –  Fazer o bem é terapêutico

Cada vez mais as pesquisas indicam que fazer o bem traz benefícios psicológicos que se estendem pela saúde geral dos indivíduos, podendo reduzir o estresse, melhorar o equilíbrio emocional e aumentando a sensação de satisfação.

Onde doar

  • Hemocentro de Colatina
    Endereço: Rua Cassiano Castelo, 276 – Centro.
    Telefone: (27) 3717-2800

Leia também ….

Leia também …..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.