Prefeito acompanha trabalhos de limpeza após chuvas em Colatina - Foto: Comunicação/PMC
Cidades

Prefeito acompanha trabalhos de limpeza após chuvas em Colatina

Colatina em Ação – 08 janeiro de 2022

Prefeito acompanha trabalhos de limpeza após chuvas em Colatina – Foto: Comunicação/PMC

O Prefeito de Colatina, Guerino Balestrassi (PSC), esteve na manhã de sábado (8), junto com o Coordenador da Defesa Civil Municipal, Allex Guerra, das equipes do Sanear e secretarias de Obras e Desenvolvimento e Infraestrutura Rural, percorrendo diversos pontos de Colatina e acompanhando os trabalhos dos profissionais da Prefeitura de Colatina após as chuvas da noite/madrugada.

Mesmo com um acumulado de 47mm nas últimas 24 horas, Colatina não registrou graves ocorrências. Reflexo de todas as ações que a administração vem desenvolvendo desde o início de 2021, com as obras de contenção nas encostas, limpeza das galerias, trincheiras e redes de esgoto, monitoramento de áreas de risco e os sensores tecnológicos do nível do Rio Doce.

Prefeito e equipe estiveram ainda no bairro Maria das Graças, na Comunidade Ribeirinha Beira Rio, localizada no bairro Vila Lenira, e nas margens do Rio Doce, no Centro da Cidade. As equipes irão visitar também a região no Rio Pancas, ainda neste sábado.

A Defesa Civil está fazendo o monitoramento de toda a bacia por meio do Sistema de Alerta da Bacia do Rio Doce e troca de informações com as usinas hidrelétricas de Aimorés e Mascarenhas. As barragens localizadas em São Roque de Canaã estão estáveis e não oferecem perigo às comunidades do Rio Santa Maria.

O prefeito informou ainda que, as equipes continuam de plantão 24 horas para atender as demandas dos colatinenses. Em caso de emergência, entre em contato pelo (27) 99883-0305.

Leia também ….

One Reply to “Prefeito acompanha trabalhos de limpeza após chuvas em Colatina

  1. Ele tinha que colocar os comissionados pra limpar, já que ele deu 100% de valorização e migalhas para os efetivos. Depois o povo reclamam dos servidores quando não são bem atendidos, pois não são valorizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *