Corpo de idosa desaparecida é encontrado no Rio Doce próximo a barragem de Mascarenhas - Foto: A Tribuna do Vale
Cidades

Corpo de idosa desaparecida é encontrado no Rio Doce próximo a barragem de Mascarenhas

Colatina em Ação – 25 de novembro de 2021

Corpo de idosa desaparecida é encontrado no Rio Doce próximo a barragem de Mascarenhas – Foto: A Tribuna do Vale

Terminou o mistério a respeito do caso da senhora Brasilina, que estava desparecida desde o último dia 18 de novembro e foi vista por filmagem caminhando em direção a ponte da Mauá. Mas infelizmente o desfecho não foi como a família esperava.

O corpo da idosa foi encontrado na tarde desta quinta-feira (25), por volta das 15:30hs, nas margens do Rio Doce, próximo a barragem de Mascarenhas, no município de Baixo Guandu, localizado na região Noroeste do Espírito Santo.

Na noite de ontem, quarta-feira (24), a família teve acesso às imagens de câmeras de videomonitoramento que ficam do outro lado da ponte da Mauá para confrontar com o horário que ela foi vista caminhando sentido a ponte no dia do seu desaparecimento (18), e saber se a idosa atravessou para o outro lado. Ao assistirem a filmagem a família ficou angustiada pela confirmação que ela não atravessou a ponte.

De posse das filmagens a família desesperada acionou o Corpo de Bombeiros para fazer buscas pelas margens do Rio Doce, mas eles alegaram que não seria possível porque não foi confirmado que ela pudesse ter caído no rio, pois o horário da câmera que filmou do outro lado da ponte estava desconfigurado.

De acordo com uma irmã de Brasilina, após a negativa dos Bombeiros, a família pagou um barco particular e um neto da idosa fez buscas pelas margens do Rio Doce com um pescador que conhece o trecho do rio e conseguiram localizar o corpo próximo a barragem de Mascarenhas.

Depois que o Neto encontrou o corpo da avó, chegou a Defesa Civil e os Bombeiros para remover o corpo. A família desabafou em um áudio e afirmou que quem encontrou o corpo foi o neto em um barco particular pago por nós e depois eles (Bombeiros e Defesa Civil), aparecem na foto em sites para dizer que foram eles.

Fonte: A Tribuna do Vale

Leia também …..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *