Mercado Municipal de Montanha.ES - Foto: Reprodução
Polícia

Produtor cultural de Montanha é preso suspeito de desviar verba de incentivo à cultura

Portal Colatina em Ação – 30 de março de 2021

Mercado Municipal de Montanha.ES – Foto: Reprodução

Em um momento de extrema dificuldade para a classe artística, que não tem como desempenhar suas atividades devido às restrições impostas pela pandemia, um produtor cultural de 32 anos foi preso por desviar dinheiro público obtido, em parte, por meio da Lei Aldir Blanc. O suspeito foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva, em Vila Velha, nesta segunda-feira (29), em uma operação da Polícia Civil do Espírito Santo.

Vacinação será retomada em Colatina nesta quarta(31), para idosos de 69 ou mais

A investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Montanha em conjunto com o Ministério Público do Espírito Santo (MPES) e a Delegacia Regional de Vila Velha. O indivíduo foi localizado em seu apartamento, no bairro Itapoã, em Vila Velha, e não ofereceu resistência à prisão.

Quem furar fila da vacina no ES, pode ser multado em até R$ 116 mil

O produtor cultural é suspeito de desviar R$ 17.000,00 em recursos públicos provenientes de verba disponibilizada por meio de editais de incentivo à cultura da Prefeitura Municipal de Montanha. Do total, R$ 5 mil são recursos da União concedidos de forma emergencial para profissionais do setor cultural, por meio da Lei Aldir Blanc.

Corpo é encontrado carbonizado em Pinheiros

“Segundo restou demonstrado no inquérito policial, o suspeito recebeu a quantia da Prefeitura de Montanha para a aplicação em projetos culturais e artísticos, porém fugiu do município com o dinheiro e passou a ser visto nas redes sociais ‘ostentando’ e gastando o dinheiro em festas e viagens e comprando aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos para sua casa”, relatou o titular da DP de Montanha, delegado Leonardo Ávila.

O inquérito demonstrou que o investigado é ligado a um grupo teatral do Distrito de Vinhático, no interior de Montanha, que realiza apresentações da Paixão de Cristo. A inscrição nos editais indicava o detido como representante deste grupo teatral e o dinheiro seria destinado a custear apresentações.

“No entanto, depois que o valor foi creditado na conta bancária do investigado, ele sumiu da cidade de Montanha e não repassou o dinheiro. Representantes da Prefeitura e até mesmo amigos dele, que também fazem parte do grupo, tentaram contato, sem sucesso. Ele recebeu o valor no dia 28 de dezembro de 2020 e, dias depois, fez publicações nas redes sociais, participando de festas de réveillon”, explicou Ávila.

A Polícia Civil foi acionada e, por meio da DP de Montanha, instaurou inquérito policial. As investigações indicaram que o suspeito estava vivendo em Itapoã, Vila Velha e, inclusive, usou parte do dinheiro desviado para comprar eletrodomésticos para o apartamento. Após a prisão, ele prestou depoimento e confirmou que tinha usado o dinheiro destinado ao grupo teatral, alegando que pretendia devolver. O detido foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana, onde permanece à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *