O Congresso faz parte de uma atividade prática da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).
Cidades Cultura Educação

Alunos de Pedro Canário participam de Mostra de Foguetes no Rio de Janeiro

O Congresso faz parte de uma atividade prática da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Redação Colatina em Ação 26/10/2019

Os estudantes da 2ª série do Ensino Médio, Bruno Marinho Santos Silva e Jandilson Pereira Maia Filho; do Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral (CEEMTI) Manoel Duarte da Cunha, de Pedro Canário, participaram da XIII Mostra Brasileira de Foguetes.

Eles foram acompanhados pelo professor de Física, Geovani da Silva Bayerl. O evento aconteceu de 15 a 18 de outubro, no município de Barra de Pirai, no Rio de Janeiro.

Equipe de Ciências da Natureza e Matemática

O congresso é uma atividade prática da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que se divide em duas etapas. A primeira é realizada na própria escola, organizada e coordenada pelo professor coordenador. Juntamente com a equipe de Ciências da Natureza e Matemática, sob orientação da coordenação nacional da OBA.

“Realizamos essa etapa em forma de projeto, por meio de um torneio interclasse de lançamento de foguete. Através do projeto, abordamos conteúdos de Física e Química numa metodologia dinâmica e prática e na culminância. Os estudantes lançaram os foguetes na área externa na escola”, explicou o professor.

Escola Manoel Duarte da Cunha

A equipe, formada por dois estudantes, campeã dessa etapa foi classificada para representar a escola na etapa nacional, no estado do Rio de Janeiro. A nova fase contou com a participação de instituições educacionais de todo Brasil, entre elas, escolas militares, particulares e estaduais. “O CEEMTI “Manoel Duarte da Cunha foi a única instituição de ensino a representar o Estado do Espírito Santo”, disse Bayerl.

Durante o evento, aconteceram palestras sobre Astronomia Aeroespacial, segurança, entre outros. Os estudantes e professores tiveram oficinas de construção de foguetes com combustíveis sólidos, apresentações dos seus respectivos projetos e a prática de lançamentos de foguetes.

5ª melhor

No dia 18 de outubro foi realizada a premiação e o Centro Manoel Duarte foi destaque, com um lançamento que atingiu 225, 45 metros. Garantindo para a escola a 5ª melhor posição entre as 51 equipes participantes no placar geral.

“O evento foi bem organizado e contribuiu diretamente na formação acadêmica dos estudantes durante as interações que ocorriam o tempo todo.

Além disso, destacamos o envolvimento de toda a escola no projeto, motivando os estudantes a relacionar a Física e a Química em eventos do cotidiano. Em aplicações tecnológicas e de relevância social”, destacou o professor de Física. Fonte: Assessoria de Comunicação da Sedu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.