Cidades Polícia

PM sofre injúria racial durante abordagem em Guandu

Redação Colatina em Ação – 02/07/2019

O caso aconteceu na noite do último sábado (29), por volta das 11h e 50min, quando a Polícia Militar foi atender um chamado de som alto em uma festa no bairro Vila Kennedy, em Baixo Guandu, no Noroeste do Espírito Santo.

De acordo com informações, uma mulher teria ligado para o 190 para fazer a denuncia, uma guarnição da polícia militar foi até o local indicado e ao chegar comprovou a denúncia.

Foto: Reprodução

Com a chegada da polícia, um homem identificado como Fabiano de Freitas (37), desligou o som e foi atender os militares. O SGT Felix pediu para que Fabiano abaixasse ou desligasse o som.

Após o pedido dos policiais, Fabiano se rebelou e disse palavras racistas contra o SD Assis. “Neguinho safado, macaco, está me tirando só porque está de farda”, e continuou falando que ninguém faria nada com ele porque ele pode fazer tudo em sua casa.

Após cometer o crime de injúria racial, o policial deu voz de prisão para Fabiano que empreendeu fuga, mas foi alcançado e detido pelos militares. Várias pessoas que estavam na festa presenciaram a cena.

O SD Assim se mostrou extremamente humilhado pela injúria que acabara de receber. O indivíduo foi preso e encaminhado para a 15ª delegacia regional de Colatina-ES.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o homem conduzido foi autuado em flagrante por injúria racial e responderá pelo crime em liberdade, visto que pagou a fiança estipulada.

De acordo com o Código Penal Brasileiro, quem injuria alguém está sujeito ao pagamento de multa e a pena pode ser de um a três anos de reclusão. Fonte: Jornal TV – A Tribuna do Vale

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.