Dia Municipal e Semana do Hip-Hop é aprovado - Foto: Reprodução
Cultura

Dia Municipal e Semana do Hip-Hop são aprovados na Câmara de Colatina

Hip-Hop em alta no interior do Estado, Aprovada Lei Municipal de Incentivo à Cultura Hip-Hop.

Colatina em Ação – 12 de julho de 2022

Dia Municipal e Semana do Hip-Hop é aprovado – Foto: Reprodução

Vereadores da Câmara de Municipal de Colatina, aprovaram por unanimidade, na sessão desta segunda-feira (11), a Lei Municipal nº 102/2022, que institui a comemoração anual da semana municipal do Hip-Hop e dia 14 de março de cada ano, como o Dia Municipal do Hip-Hop.

O projeto de lei proposto pelo vereador Claudinei Costa, prevê, no artigo 3º, que durante a semana municipal do Hip-Hop poderá ser promovida a divulgação de trabalhos realizados nas diversas modalidades artísticas, que são características do movimento “Hip-Hop”, como o “Break”, o “Rap”, o Grafite, o SLAM, DJ – Disc Jokey, Mc – Mestre de Cerimônia, e demais modalidades, podendo ser oferecidas oficinas, debates, palestras, visando propagar a cultura como ferramenta de integração social.

Líderes das batalhas de Mcs, o coletivo Resistir e os integrantes do Grupo Decola estiveram presentes na votação, demonstrando assim apoio a um dos movimentos culturais que mais cresce nas periferias da cidade.

O que é Hip Hop 

O hip hop é um movimento artístico e cultural que mistura música, dança, moda, graffiti e diversos outros elementos para criar uma estética urbana e única.

Trata-se de um movimento que nasceu no bairro do Bronx, em Nova York, na década de 1970, pelas comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas da cidade.

A etimologia do termo vem da união de duas palavras do inglês: “hip”, que significa algo atual, que está acontecendo no momento, e “hop”, que faz referência ao movimento da dança.

No Brasil, o berço do gênero é São Paulo, onde surgiu nos anos 1980 através dos encontros na rua 24 de maio e no Metrô São Bento, de onde saíram muitos artistas atribuídos até hoje, como Thaíde, DJ Hum, Racionais MC’s e Rappin Hood só para dar alguns exemplos.

Contudo, as cenas de hip hop também foram muito fortes no Rio de Janeiro e em Brasília e hoje em dia se espalharam por todo o país.

Leia também …..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.