Jovem atropelado em Colatina começaria em novo emprego na segunda-feira - Foto: Acervo Pessoal
Cidades

Jovem atropelado em Colatina começaria em novo emprego na segunda-feira

Colatina em Ação – 04 de junho de 2022

Jovem atropelado em Colatina começaria em novo emprego na segunda-feira – Foto: Acervo Pessoal

O jovem Pablo de Paula Santos, de 19 anos, esperava na noite de quinta-feira (2), o ônibus no ponto da Avenida Silvio Avidos, em frente ao SESI, no Bairro São Silvano, em Colatina, Noroeste do Estado, para ir para casa após fazer um exame admissional para um novo emprego.  Ele iria começar a trabalhar, na próxima segunda-feira (6), em uma lavanderia. Seus planos foram interrompidos ao ser atropelado por um veículo desgovernado, que o atingiu no ponto de ônibus. Pablo de Paulo teve parte da perna direita amputada. 

O motorista do veículo que o atropelou, de 46 anos, de acordo com a Polícia Civil, fez o teste do bafômetro e ficou comprovado a ingestão de álcool. Após o acidente, o motorista ainda tentou fugir e se escondeu em um matagal próximo, mas foi encontrado por populares. Ele foi encaminhado para a 15ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Colatina. A polícia não divulgou o nome dele, ele foi autuado em flagrante por duas lesões corporais culposas na direção de veículo automotor e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Colatina.

Além de Pablo, um homem de 42 anos também foi atropelado e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave. As duas vítimas seguem internadas no Hospital Silvio Avidos.

Claudineia Paula dos Santos, mãe de Pablo, contou ao site Gazeta Online que o filho trabalhava como ajudante de pedreiro, e ficou empolgado após saber que tinha sido admitido no novo emprego. O jovem também fazia um curso de modelo em uma agência de Colatina

Não sei como reagir 

“Ele é um menino muito esforçado e trabalhador. Agora está muito triste porque a vida dele vai parar por um tempo. Não temos condições de comprar uma prótese. Eu, como mãe, não sei como reagir ou o que falar”

Segundo a mãe, o estado de saúde de Pablo é estável, mas após passar pela cirurgia ele precisou ser levado para emergência porque perdeu muito sangue.

Além dos ferimentos físicos, Claudineia conta que o emocional do filho também foi afetado. “Ele está abalado e bem traumatizado. Ficar sem uma perna não é fácil, mas graças a Deus está vivo”.

Saiba mais sobre o acidente:

Leia também ….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.