Funcionários do Hospital Jones dos Santos Neves. Baixo Guandu, data não identificada. Acervo Adalberto Cunha Ramaldes.
Cidades Cultura

“Por Nomes e Sobrenomes”, projeto fotográfico é lançado em Baixo Guandu

Redação Colatina em Ação – 01/11/2019

Funcionários do Hospital Jones dos Santos Neves. Baixo Guandu, data não identificada. Acervo Adalberto Cunha Ramaldes.

Aconteceu nessa sexta-feira(01/11), em Baixo Guandu, às 9h, no Salão do Círculo Operário, o lançamento do Inventário Afetivo das Famílias de Baixo Guandu, projeto que ganhou a denominação “Por Nomes e Sobrenomes”, e reúne fotografias, acervos pessoais e álbuns de famílias de Baixo Guandu.

O projeto teve apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, e foi desenvolvido pelos professores Andre Malverdes e Clara Zandomênico, que realizaram nos últimos meses uma série de atividades envolvendo rodas de conversa, visitas domiciliares, entrevistas e catalogamento de acervos pessoais familiares de fotografias.

Inventário afetivo

Ao reconhecer o potencial cultural e a importância da cidade de Baixo Guandu, para a região Noroeste e para o Estado do Espírito Santo por seu pioneirismo nas formações culturais coletivas, idealizou-se a elaboração de um inventário afetivo, construindo conhecimentos a partir de um amplo diálogo com a comunidade que detém as referências culturais a serem inventariadas.

A elaboração do inventário afetivo instigou os moradores a rememorar, com o máximo de detalhes possível, de todos seus relacionamentos significativos: quais eram os sentimentos presentes, quais foram as memórias afetivas marcantes de cada relação, barreiras, sofrimentos, alegrias, dentre outros.

Funculutura

O projeto cultural foi realizado com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), referente ao Edital de Seleção de Projetos Culturais de Educação Patrimonial nº 013/2018, que tem o objetivo de apoiar projetos que oportunizem a promoção da educação patrimonial, visando à preservação e proteção do patrimônio arquitetônico, natural, ecológico, paisagístico e arqueológico.

Nesse sentido, o objetivo principal do projeto foi identificar as referências culturais que formam o patrimônio cultural da cidade de Baixo Guandu na visão de seus moradores, por meio dos registros documentais iconográficos, audiovisuais, sonoros ou textuais visando mapear, reconhecer, valorizar e preservar os bens patrimoniais e suas relações com os moradores da comunidade.

Segue a programação do evento:

Lançamento do Inventário e Exposição fotográfica dos acervos e álbuns das famílias de Baixo Guandu
Data: 01/11/2019
Local: Salão do Círculo Operário
Horário: 9 horas

Lançamento do Inventário e Exposição fotográfica dos acervos e álbuns das famílias de Baixo Guandu
Data: 01/11/2019
Local: Escola Viva de Baixo Guandu
Horário: 14h30
Palestra: Palestra – “Patrimônio fotográfico capixaba: a importância dos álbuns de família para a história local” (Professor Andre Malverdes).
Data: 01/11/2019
Local: Escola Viva de Baixo Guandu
Horário: 15 horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.