Cidades Cultura

Cruzeiro de Vila Valério é reinaugurado depois de cair durante tempestade

Redação Colatina em Ação – 16/09/2019

Sete meses depois de derrubado por uma tempestade o Cruzeiro de Vila Valério foi reinaugurado

Sete meses depois de ir ao chão por causa de uma forte tempestade, o cartão-postal da cidade de Vila Valério, foi reinaugurado, o novo Cruzeiro é um símbolo do catolicismo e também ponto turístico da cidade, a reinauguração da nova estrutura foi na tarde deste sábado (14). A nova estrutura não terá a cruz coberta por lona, como era a antiga, isso para que seja mais resistente aos ventos.

Além de ser vazada, a nova cruz também passou por procedimentos que a tornam menos suscetíveis aos efeitos da maresia e da ferrugem. Pesando três toneladas, ela também ganhou altura e chegou aos 33 metros. Ao todo, a reconstrução custou R$ 70 mil, valor doado inteiramente pela população local.

Aproximadamente 600 pessoas subiram centenas de degraus até chegar ao topo da Pedra do Cruzeiro, que fica a cerca de 329 metros de altura. Lá, uma missa de exaltação à Santa Cruz foi celebrada durante a tarde. No final, a nova estrutura foi abençoada, com um belo pôr do sol ao fundo. Pároco de Vila Valério há três anos, o Padre Enizael resumiu a importância do Cruzeiro. “Para quem é cristão, a cruz tem uma simbologia muito forte: é sinal de esperança e de fé. Para além disso, ela também é um patrimônio turístico e cultural da cidade; e acho que por este motivo todos se envolveram nessa reconstrução”.

Tempestade no dia 16 de fevereiro de 2019, derrubou o cruzeiro em Vila Valério

Transportado de Helicóptero

Depois de seis meses de arrecadação, a nova estrutura começou a ser construída por uma metalúrgica local, no início de julho. A fabricação levou cerca de 30 dias e contou com uma viagem para Belo Horizonte (MG), onde ela foi galvanizada, processo em que o ferro é coberto por zinco para ficar mais resistente a corrosões. De volta ao Espírito Santo, ela foi levada em várias viagens ao topo da Pedra do Cruzeiro, por um helicóptero da Polícia Militar, que também fez o transporte da antiga cruz. Já no local de fixação, ela começou a ser montada. Toda a instalação levou aproximadamente mais um mês e foi finalizada no início de setembro. Com informações: Gazeta Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.