Cidades Saúde

Conheça as diferenças entre dengue, zika e chikungunya

Redação Colatina em Ação 30/08/2019

Foto: Reprodução

Apesar de serem três doenças causadas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti, a dengue, o zika vírus e a chikungunya possuem algumas diferenças clínicas fundamentais para o diagnóstico. No entanto, as três doenças podem trazer consequências graves, como a relação entre a infecção pelo zika vírus em gestantes e o nascimento de bebês com microcefalia, uma condição congênita em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada.

As diferenças

Dengue: febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda de apetite, manchas e erupções na pele (principalmente na região do tórax e membros superiores), náuseas e vômitos, tontura, moleza e extremo cansaço, dor no corpo, dor nos ossos e nas articulações, dor no abdome.

Zika: febre baixa, dor nas articulações, dor muscular, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, conjuntivite, erupções cutâneas avermelhadas que podem coçar, dor abdominal (pouco comum), diarreia (pouco comum), constipação (pouco comum), pequenas úlceras na mucosa oral (pouco comum).

Chikungunya: dor incapacitante nas articulações, febre, dor nas costas, erupções cutâneas, fadiga, náuseas, vômitos, dor de cabeça e dores musculares (mialgias).

Como se prevenir:

  • Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;
  • Tirar água dos pratos de plantas;
  • Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
  • Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;
  • Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

Fonte: Assessoria de Imprensa SESA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.