Cidades Polícia

Sargento recebe homenagem por salvar mulher em Colatina

Ele fez o resgate e trouxe a vítima para as margens do rio

Foto: Reprodução

O sargento Edson Luiz Rodrigues, acompanhando por sua esposa, foi recebido no gabinete do Comando Geral da PMES, na tarde desta sexta-feira (16). Ao militar foi conferida uma homenagem pelo salvamento de uma mulher, no dia 28 de julho deste ano, no município de Colatina.

O policial estava de folga e passeava com sua esposa pela Avenida Beira Rio, no Centro de Colatina. O casal observou que havia uma mulher chorando, sentada na beira do cais. De repente a senhora deixou seus objetos, saiu correndo e se lançou nas águas do Rio Doce.

Após ver aquela cena, o sargento Edson saiu correndo no intuito de salvar a mulher. Ele fez o resgate e trouxe a vítima para as margens do rio. A mulher teve apenas ferimentos leves e foi socorrida para o hospital.

Admirado com tamanha coragem e determinação, o comandante-geral da PMES, coronel Moacir Leonardo Vieira Barreto Mendonça, recepcionou o sargento Edson em seu gabinete e rendeu homenagem ao militar.

“A homenagem é singela, mas que ela marque a sua vida e a vida de sua família. É um orgulho e satisfação te conhecer. Não te recebo aqui para fazer uma média, mas sim para, em nome da Corporação e também da sociedade capixaba, agradecer por seu ato”, pontuou o coronel Barreto.

O subcomandante-geral, coronel Assis, também destacou a atitude do sargento. “Você fez a diferença, como um legítimo policial representante da Instituição. Por ter tomado essa iniciativa, nos orgulhou, honrou o seu nome e o de sua família”, salientou.

Já o chefe do Estado-Maior Geral, coronel Augusto, ressaltou o sentimento de proteção passado pela atitude do sargento Edson. “O policial é herói, protetor da sociedade. Salva, protege e socorre. Deixamos o nosso lar por dever de missão. Para salvar e proteger o outro. Sem medir as consequências”, frisou o oficial.

O sargento Edson agradeceu pela homenagem, lembrando-se da reta final de sua carreira. “Há mais de 25 anos na Instituição, digo que vou sentir saudades”. Fonte: Jornal Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.