Cidades Saúde

Tecnologia de saúde avançada em Colatina

Redação Colatina em Ação – 02/08/2019

Aparelhos de mamografia de última geração contribuem para qualidade e assertividade no diagnóstico das pacientes do São Bernardo Saúde

A nova unidade São Bernardo Clínica, em Colatina, trouxe ao norte do estado tecnologias de ponta em diagnóstico. Dentre as novidades, vale destacar os mamógrafos com alta capacidade de precisão e imagens 3D. De acordo com Bernardo Augusto Sperandio Filho, coordenador de Radiologia, o mamógrafo conta com a tecnologia tomossíntese, que permite uma mamografia com cortes em vários ângulos – sendo um dos melhores disponíveis no Espírito Santo. “Com essa tecnologia de exame, a probabilidade de detectar um câncer precoce aumenta em 50%. E a chance de evitar que uma paciente faça uma biópsia sem necessidade se reduz até 30%”, destaca.

O coordenador e radiologista explica também que a novidade contribui ainda para melhorar a experiência geral da mulher durante o exame. É que, neste aparelho, a paciente é quem controla o grau de compressão das mamas – parte mais temida pelas mulheres. “Além disso, para dar mais conforto às pacientes, o material do detector onde o seio é posicionado é feito com material que não fica gelado, como os mamógrafos comuns”, acrescenta.

Alinhado à tecnologia, a São Bernardo implementou o modelo de atendimento integrado a fim de garantir agilidade no cuidado. O coordenador exemplifica como o modelo contribui para humanizar e otimizar o atendimento com o caso de uma paciente atendida por ele na unidade. “Durante a mamografia detectamos a presença de um câncer de mama, imediatamente entramos em contato com o médico de referência da mulher e realizamos o atendimento com a mastologista da São Bernardo Clínicas. Esse protocolo integrado agilizou a biópsia e permitiu o agendamento da cirurgia em tempo reduzido”, contou.

Cuidado em tempo hábil

Outra novidade que agrega qualidade no atendimento às pacientes colatinenses é o serviço de Medicina Fetal realizado na Clínica. De acordo com o obstetra especializado em gravidez de alto risco, Thiago Martinelli, trata-se de um complemento ao pré-natal tradicional.

“O médico de referência da gestante é quem a encaminha ao serviço de Medicina Fetal. Por meio de avaliação mais especializada podemos tratar de forma mais eficaz alguns males que podem dar no bebê ainda na gestação, identificar pacientes com alto risco para pré-eclâmpsia e parto prematuro”, comenta.

Com a Medicina Fetal, é possível identificar síndromes genéticas Síndrome de Down; bem como diagnosticar precocemente e planejar melhor o tratamento em tempo hábil para casos de comprometimento fetal por infecção e anemia. “Realizamos alguns procedimentos para diagnóstico e tratamento do feto com anestesia local ou até mesmo sem anestesia, pois não há necessidade. Mas é sempre após uma primeira consulta para avaliar e orientar o casal. Em casos muito específicos de cirurgia fetal intraútero, necessitamos de internação e anestesia geral com uma equipe multidisciplinar”, explica.

Vale lembrar que nem só momentos sérios vive o serviço. Por meio do exame de ultrassom 3D as famílias podem ver com mais detalhes o neném ainda no ventre da mãe. “Contamos com um ambiente confortável para receber a família para a ver o rostinho do bebê com a ultrassom 3D. É sempre um momento especial”, conta o radiologista e coordenador Bernardo.

Saúde óssea

A clínica é equipada ainda com serviço de densitometria óssea com técnica validada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o diagnóstico da osteoporose no relatório sobre “Prevenção e Controle da Osteoporose”. Trata-se da técnica de dupla emissão de raios-x (DXA), que além de ajudar no diagnóstico de osteoporose, também prevê fraturas e monitora a resposta ao tratamento.

Serviço

São Bernardo Clínica em Colatina

Endereço: Rua Cassiano Castelo, nº 396, Centro de Colatina.

Atendimento: Segunda a sexta-feira, de 6h30 às 18h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.