Cidades

Comerciantes não desocupam imóvel anexo a rodoviária de Colatina e impasse continua

Redação Colatina em Ação – 15/07/2019

Terminado o prazo limite que foi a zero hora do dia 15 de julho, para que os comerciantes que o ocupam o centro comercial anexo a Rodoviária de Colatina deixassem o local, uma data anterior foi estipulada, 13 de junho, mas por uma recomendação do Ministério Público, o prazo foi estendido. A data limite foi a zero hora do dia 15 de julho.

Nessa segunda- feira (15), por volta de 7 horas e 20 minutos, a fiscalização da prefeitura chegou com a Ordem de Despejo, expedida pelo Poder Público Municipal.

Foto: Reprodução

Os comerciantes que trabalham no local disseram que somente sairão com ordem judicial. A Polícia Militar esteve no local e não participou da negociação.

Foto: Comunicação Polícia Militar

Durante 39 anos 14 lojas se estabeleceram naquele local. A Vale do Rio Doce, na década de 1980, agia através da Fundação Vale tendo como objetivo amenizar os impactos que a linha férrea causava a sociedade. Com isso, vários projetos eram executados ao longo da Estrada de Ferro entre Minas Gerais e Espírito Santo. Um deles foi a construção do Centro Comercial.

Para a Prefeitura de Colatina o objetivo do local perdeu a finalidade, pois atualmente vários pontos estão alugados, ou seja, utilizando a área pública para desenvolver renda particular. Segundo informações quando o local for desocupado será destinado aos Conselhos Tutelares do município, que hoje funcionam em locais alugados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.