Cidades Polícia

Suspeitos de sequestro da família do prefeito de Ecoporanga são presos em Linhares

Redação Colatina em Ação – 18/06/2019

Polícia acredita que eles tenham participado do sequestro dos familiares do prefeito de Ecoporanga.

Os bandidos fizeram o filho do prefeito, netos, sogra e vaqueiros, um total de 8 pessoas reféns.

O prefeito Elias Dal’Col e sua esposa não estavam em sua residência no momento da chegada dos bandidos. Elias e esposa estavam em Vitória em uma reunião política.

Carro usado no sequestro de familiares do prefeito é encontrado incendiado em Ecoporanga

Família do prefeito de Ecoporanga é feita refém por mais de três horas
A família do prefeito de Ecoporanga, Elias Dal’Col, foi feita refém, por volta de 18h30 de segunda-feira (17), por cinco criminosos armados. De acordo com um primo do prefeito, um servidor público de 46 anos, eles teriam chegado na casa da família, na zona rural do município, e rendido o filho, a nora, os netos, a sogra do filho, um funcionário e a mulher dele. A ação durou cerca de 3h30.

Encapuzados e com lanternas, eles teriam chegado em um Ford Ka e vasculhado a casa em busca do prefeito, conforme relatado pelo primo. Objetos de valor como televisões, joias, celulares e dinheiro foram roubados. Duas caminhonetes da família, uma Amarok e uma Hilux, também foram usadas para levar os reféns.

Família do prefeito de Ecoporanga é feita refém por mais de três horas

A família do prefeito de Ecoporanga, Elias Dal’Col, foi feita refém, por volta de 18h30 de segunda-feira (17), por cinco criminosos armados. De acordo com um primo do prefeito, um servidor público de 46 anos, eles teriam chegado na casa da família, na zona rural do município, e rendido o filho, a nora, os netos, a sogra do filho, um funcionário e a mulher dele. A ação durou cerca de 3h30.

Encapuzados e com lanternas, eles teriam chegado em um Ford Ka e vasculhado a casa em busca do prefeito, conforme relatado pelo primo. Objetos de valor como televisões, joias, celulares e dinheiro foram roubados. Duas caminhonetes da família, uma Amarok e uma Hilux, também foram usadas para levar os reféns.

O filho do prefeito contou que os suspeitos não foram violentos e o tempo todo perguntavam por Elias, que estava com a primeira-dama em Vitória para um evento. Após dirigirem por 80 quilômetros, os suspeitos abandonaram a família já em Nova Venécia, também no Norte do Estado.

Os suspeitos ainda teriam ordenado que a família aguardasse 10 minutos para pedir socorro. O Ford Ka teria sido abandonado após os criminosos perderem o controle e baterem. Já os veículos da família foram levados.

Ainda segundo o primo, as crianças têm 9 e 4 anos. Já os outros reféns têm entre 30 e 40 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.